Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Me Cookies and Milk

Me Cookies and Milk

Me

DSC_0040 - Cópia.JPG

Uma mulher do Norte. Da terra que dizem – com razão- que trocamos os “B” pelos “V”, onde vive muita juventude, e dizem também (não fui eu) que temos das mulheres mais bonitas do País (com muita pena minha, eu não ajudei para esta estatística :( ). Sou de Braga, pois claro!
Sou a mais nova de 3 irmãs. Nascida e criada no meio de muito mulherio (6) lá por casa e com apenas dois homens (pai e avô) para por ordem no “galinheiro” :). Este agregado familiar teve muita culpa na mulher que me tornei… Basicamente não sei cozinhar - porque havia sempre demasiada mulher de volta dos tachos (a culpa não foi minha, elas é que não me deram oportunidade de me aproximar do fogão); falo demasiado depressa - porque eramos imensos a exigir tempo de antena lá por casa, o que nos obrigava a ser claros e concisos … no meu caso, como não conseguia ser concisa, aprendi a falar muito depressa; e aprendi o mais importante – saber estar e partilhar!
Agora estou rodeada de demasiados hormônios masculinos. Sou mãe de três rapazes, sendo que o mais velho é o meu marido :)
Porque decidi criar este blog?
Não tenho a pretensão de ter um blog de sucesso. Há quantidade de novos blogs que aparecem por dia – que mais parecem cogumelos a arrebentar em plena primavera – seria ousadia a mais da minha parte. Também porque há blogs com conteúdos realmente interessantes, sustentados e escritos em bom português por pessoas verdadeiramente inteligentes, e não por uma pessoa que às vezes tem dificuldade em perceber onde deve colocar a virgula e que escreve com o coração na boca… (esta pessoa sou eu , claro :)).
Este blog será usado sobretudo como terapia para mim. Não me levem a mal…
Da minha tenra idade já vi, ouvi e vivi coisas incríveis. Coisas essas que ora me deixam incrivelmente feliz, ora me deixam estupidamente parva pelo exagero de estupidez que agregam.
Se as compilar aqui em forma de desabafo - de forma suave e divertida (pelo menos para mim ;) - talvez seja interessante daqui a alguns anos rever cada um dos posts e perceber de que forma cada um dos episódios que decidi relatar me foi formando enquanto pessoa.
Se algum dia alguém ler este blog além de mim, por favor não se sinta ofendido se encontrar alguma gralha (farei tudo para o evitar ;) ou achar este blog demasiado vago.
Feita a apresentação e advertência, vamos lá então…