Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Me Cookies and Milk

Me Cookies and Milk

Música para os meus ouvidos

Eu sei que não podemos dizer “Ai e tal, eu odeio bacalhau e jamais comerei este peixinho amado pelos portugueses”, porque não tarda nada estamos a enfardar bacalhau com natas ao pequeno almoço e a comer pataniscas e bolinhos de bacalhau ao lanche … A vida dá tantas voltas, e hoje o que é uma certeza, amanhã torna-se facilmente numa dúvida.

Isto tudo para dizer que o Dinis mudou. Da boca do Dinis nunca saiu uma cantiga. Nem mesmo o atirei o pau ao gato. Não gostava de cantar, não achava piada nenhuma, e sempre que insistíamos para cantar recusava categoricamente. Há cerca de 2 dias que anda um Tony Carreira das músicas infantis.

Hoje enquanto regressávamos a casa, tentava acalmar o Martim com cantigas. O Dinis pediu que me calasse e ofereceu-se para ser ele a cantar… Fiquei admirada pela sua sugestão e – admito – aliviada (não sou propriamente um rouxinol).

Cantou o “marcha soldado…” com pequenas adaptações… Basicamente não é o “Francisco a dar sinal”, para o Dinis é a Anita. A palavra “acuda” é substituída por “apuda”. Ele não sabe o que significa “apuda” (nem nós), mas ele garante que a música é assim. E no fim desata a cantar “Portugal Allez, Portugal Allez”. Então, basicamente a música fica assim:

Marcha soldado, cabeça de papel
Quem não marchar direito vai preso para o quartel.
O quartel pegou fogo, ANITA dá sinal
APUDA, APUDA, APUDA a bandeira nacional. Ei Portugal!
Portugal allez, Portugal allez, Portugal allez… Oh Portugal Allez, Portugal allez…
(Deve ser influencia ainda do Europeu de futebol)