Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Me Cookies and Milk

Me Cookies and Milk

Vemo-nos daqui a 2 meses.

blog.jpg

 

Bebé, a viagem tem sido longa. Apareceste sem pré-aviso, assim com a força toda, com tudo que uma grávida tem direito de menos bom, mas também com tudo de bom que temos direito.

Não te tenho facilitado a vida, lamento! Os exames, as rasteiras que a vida nos tem pregado neste ano, a ansiedade e o medo já me fizeram chorar mais do que seria desejável. Quando sucumbo à avalanche de acontecimentos menos bons, és a minha única companhia naquela casa de banho (que também serve para tirar, à socapa, 3 minutos de folga dos teus irmãos). Já ouviste mais palavrões do que aqueles que seria de esperar, mas às vezes uma palavra feia e menos educada entre dentes é verdadeiramente libertadora. Não é bonito, e completamente reprovável, mas depois, quando nasceres, eu corrijo-me.

Também tenho andado muito irritada, desculpa. Mas quem é que aguenta este calor, ah!?  Dou por mim a consultar o site do IPMA 2 a 3 vezes por dia, na esperança que as temperaturas desçam um bocadinho, mas tudo o que vejo é céu limpo e temperaturas acima dos 30 graus. A culpa de não tolerar o calor não é tua. Dizem que as grávidas sofrem com o calor. Eu sofro estando ou não grávida, por isso não és culpado por esta irritação tão parva, relaxa!

Agora peço-te, embora não esteja a ser fácil, e por muito que os teus irmãos peçam para nasceres, aguenta-te mais 8 semanas, ok? Eu tenho-me alimentado bem (que diga esta roupa que estica e arrebenta por todo lado), creio que terás espaço suficiente para ainda dar umas boas braçadas e escusas de levar com este calor todo e viroses por todo lado. Pode ser?

Aguenta-te que eu prometo que me vou portar melhor. Vemo-nos daqui a 2 meses. 

1 comentário

Comentar post